7ª edição do Fórum pela Paz reúne mais de 200 profissionais

Share Button

No dia em que é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração de Crianças e Adolescentes, 18 de maio, o Consórcio Intermunicipal da Fronteira  (CIF), em parceria com as prefeituras de Barracão, Dionísio Cerqueira e Bom Jesus do Sul, realizou o 7º Fórum Pela Paz.

 

O evento coordenado pelo CIF,  foi realizado no auditório Paulo Freire e contou com a participação de 200 profissionais das áreas de assistência social, educação e saúde, além de autoridades locais.

 

Para o presidente do CIF e prefeito de Bom Jesus do Sul, Cezar Bueno, o Fórum é um instrumento para que os profissionais que trabalham com as crianças, as entidades de defesa dos direitos e a sociedade, estejam vigilantes para combater a pedofilia.

 

O ponto auto do evento foi com a palestra ministrada pela presidente da ONG EVAS, Delair Borges, com o tema: “Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”, frisando métodos de Identificação de crianças e adolescentes vítimas de abusos.

 

A palestrante, que foi vítima de exploração sexual pelo seu próprio pai, é ativista na causa social contra a pedofilia e integrante do movimento nacional “Todos contra a Pedofilia”. Em 2012 ela protocolou na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei Nº 4754/2012, que estabelece que as emissoras de televisão e rádio promovam campanhas de informação, prevenção e combate ao abuso sexual infanto-juvenil durante o ano todo.

 

Durante a sua exposição a palestrante destacou a importância de identificar quando uma criança foi ou está sendo abusada. Ela apresentou características e sintomas que a vítima pode apresentar. “A luta contra a pedofilia é permanente e depende do envolvimento de todos, pois a omissão nada mais é que compactuarmos com esse crime“, destacou.

 

Denúncias

 

No Brasil  o “Disque 100″, criado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, é um serviço de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violência contra crianças e adolescentes.O Disque 100 funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive aos finais de semana e feriados. As denúncias são anônimas e podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita para o número 100; e do exterior pelo número telefônico pago 55 61 3212-8400 ou pelo endereço eletrônico: disquedenuncia@sedh.gov.br.

Denúncias também podem ser feitas no Conselho Tutelar, no CREAS ou na Polícia Militar, pelo 190.

 

Diferença entre Abuso e Exploração Sexual

 

O abuso sexual envolve contato sexual entre uma criança ou adolescente e um adulto ou pessoa significativamente mais velha e poderosa. As crianças, pelo seu estágio de desenvolvimento, não são capazes de entender o contato sexual ou resistir a ele, e podem ser psicológica ou socialmente dependentes do ofensor. O abuso acontece quando o adulto utiliza o corpo de uma criança ou adolescente para sua satisfação sexual. Já a exploração sexual é quando se paga para ter sexo com a pessoa de idade inferior a 18 anos. As duas situações são crimes de violência sexual.

 

Porque 18 de maio?

 

No dia 18 de maio de 1973, uma menina de 8 anos foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada no Espirito Santo. Seu corpo apareceu seis dias depois carbonizado e os seus agressores, jovens de classe média alta, nunca foram punidos. A data ficou instituída como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes” a partir da aprovação da Lei Federal nº. 9.970/2000. O  “Caso Araceli”, como ficou conhecido, ocorreu há quase 40 anos, mas, infelizmente, situações absurdas como essa ainda se repetem.

 

A intenção do 18 de maio é destacar a data para mobilizar e convocar toda a sociedade a participar dessa luta e proteger nossas crianças e adolescentes. A data reafirma a importância de se denunciar e responsabilizar os autores de violência sexual contra a população infanto-juvenil.

MAIS

Portal da TransparênciaCaderno de Ações

ATENDIMENTO

Segunda a Sexta das


08:00 às 11:30 e das 13:30 às 17:00

+55 (49) 3644 - 4366


ENDEREÇO


Avenida Brasil nº33, Bairro Alvorada, Anexo a Estação do Ofício - Barracão - Paraná - Brasil


CIF - Consórcio Intermunicipal da Fronteira ® 2020 Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: PORTAL TRI